Botando ordem na casa

3 de julho de 2015

Quem não gosta de casa arrumada e limpa? Ninguém em são consciência consegue achar uma casa desarrumada e suja mais confortável e aconchegante, não é? E isso não é bobagem. Viver em um lugar onde as coisas estão constantemente desarrumadas, foram do lugar, deixadas num canto com aquela cara de “depois arrumo isso” pode ser psicologicamente perturbador pois a sensação trazida por um cenário assim é muito ruim. A desordem visualizada constantemente acaba desorganizando também nossas ideias, nossa mente (sim, isso acontece!) e isso traz reflexos em nossa produtividade, tanto nos estudos quanto na vida laboral. O rendimento cai, o chefe briga, o nervosismo aumenta, o rendimento cai mais ainda… e a coisa vira uma bola de neve – só porque a casa está desarrumada há tempos.

Assim também acontece com o comércio, mas a “mecânica” do problema é um pouco diferente. Imagine entrar em um mercado onde nada parece estar no lugar certo: o chão está sujo como se não visse uma vassoura há semanas, os sacos de laranjas estão com rasgos e algumas das frutas já estão rolando pelo chão; as caixas de cereais ainda estão sobre os paletes de madeira que as comportaram dentro do caminhão, e ainda estão embaladas no filme plástico que as une; os sacos de açúcar também estão os paletes, ainda, e alguns acabaram se rasgando e despejando parte do conteúdo no chão, atraindo algumas formigas. Com isso tudo misturado, você pode imaginar que o odor do lugar não deve estar lá dos melhores…

Clientela fugiu

Pois é. Num lugar assim, quase não vemos clientes, não é? A menos que esse seja o único mercado próximo – e o outro que estiver mais perto esteja a muitos quilômetros de distância! Na verdade, há quem prefira procurar por este mais distante, se ele (o outro mercado) for organizado e limpo o suficiente.

estoque desorganizadoPode parecer um exagero, mas a figura que pintamos acima não é assim tão rara de se encontrar. É muito comum encontrarmos pequenos mercadinhos de bairro com características assim: de desleixo, falta de zelo e de limpeza. Na verdade, isso acontece, principalmente, porque o proprietário não se preocupa com a aparência, julgando que o importante para o cliente é apenas o preço. Como mercadinhos assim normalmente não têm o preço mais baixo devido ao estoque menor… nem isso eles têm a oferecer. Aí é que surgem as pequenas excursões de clientes para o centro da cidade ou mercados maiores em cidades vizinhas, onde o estoque é maior, provocando uma baixa nos preços, e a organização e higiene são mais bem cuidados.

Tudo em seu lugar

Por isso é que é sempre – SEMPRE – importante manter o lugar em ordem. Não se pode ter preguiça de tirar os produtos dos paletes e organizá-los adequadamente nas prateleiras (tomando cuidado, inclusive, para não colocar alimentos e material de limpeza e higiene na mesma arara).

O ambiente deve ser limpo periodicamente, e esse espaço de tempo não pode ser longo: limpeza DIÁRIA, sim senhor. É muito importante que sempre tenha alguém responsável pela limpeza durante todo o período de funcionamento do lugar. Se notar que um lugar ficou sujo (pés de clientes com barro, poeira trazida pelo vento, produto que vazou, etc.), a vassoura e o pano úmido devem entrar em ação imediatamente. Do contrário, a sujeira pode atrair insetos e animais como ratos e escorpiões. E que proprietário vai querer esses animais em seu mercado, colocando a saúde dos clientes – e a sua própria – em risco?

Tão importante quando a variedade de produtos e o preço é o ambiente em que eles são comercializados.

logo abn

A ABN Paletes está há 10 anos no mercado, fornecendo os melhores Paletes Novos, Usados, EURO, PBR, Descartáveis, Plástico, Longarina e realizamos Coleta de Paletes. Estamos sempre prontos para atendê-los.

Nossos produtos:

© Copyright - 2021 Todos os direitos reservados

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?